Cientistas holandeses apontam anticorpo capaz de bloquear o Coronavirus

Pesquisa publicada pela revista Nature Communications, traz resultados preliminares de estudo holandês realizado na Universidade de Utreque, em modelo in vitro que relata a identificação de anticorpo capaz de impedir a infecção das células pelo vírus SARS-CoV-2 (novo coronavirus).  Os pesquisadores testaram 51 anticorpos diferentes levando em consideração o genoma do vírus SARS-CoV, causador da SARS (Síndrome Respiratória Aguda Severa), que em 2002 infectou 8.098 pessoas em 29 países e causou 774 mortes.
Dentre os anticorpos testados os resultados mais animadores ocorreram com o  anticorpo monoclonal 47D11, que age nas glicoproteínas ‘spike’, que existem na superfície do vírus e que dão a forma de uma coroa, sendo estas  essenciais para que ele entre na célula hospedeira.
Uma característica interessante sobre este anticorpo, é que ele é proveniente de células humanas, o que tende há diminuir o tempo para estabelecer os resultados em seres humanos, principalmente por reduzir efeitos colaterais relacionados ao sistema Imunológico.
Ainda é cedo para grandes comemorações, pois os resultados ainda precisam ser confirmados em estudos com animais e ambiente clínicos, entretanto esta é uma descoberta importante no caminho para o desenvolvimento de vacinas e tratamentos contra o Coronavirus e a Covid-19, doença por ele causada.  

Fonte: WANG C. et al . Artigo publicado na revista Nature Communications.
Disponível em: https://www.nature.com/articles/s41467-020-16256-y

Enviado por: MSc. Thamara Graziela Flores-Doutoranda em Farmacologia-UFSM
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1885218080678884

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

4 + oito =