Como as pessoas idosas podem manter o equilíbrio em tempos de coronavírus?

Em situações de epidemias, surtos e pandemias o emocional das pessoas costuma ficar abalado. A situação atualmente vivida no Brasil com o aumento do número de casos de contaminação pelo covid19-coronavírus, o isolamento social que as pessoas se encontram há mais de 40 dias, tem gerado medo, ansiedade e insegurança em muitas pessoas. Ter medo de adoecer em caso de epidemias é natural, se o medo for diário e afetar seu sono, humor ou apetite aí precisa buscar ajuda profissional. Como superar o medo de ser contaminado e de vir a falecer? Além de ficar em casa, se você tem mais de 60 anos ou pertence a um grupo de risco e, de lavar muito bem suas mãos várias vezes ao dia e, se precisar sair (como para fazer uma consulta médica) ir de máscara: você pode usar algumas dicas para manter o equilíbrio emocional.

 Mantenha sua rotina de vida diária:

– Levante no horário de sempre, tome banho, se vista (tire o pijama) e vá tomar seus remédios e seu café;

– Faça alguma atividade física que lhe dê prazer, tome um pouco de sol (15 min. a 30min. diários), caminhe dentro de casa por pelo menos 20min., brinque com seu animal de estimação se tiver um;

– Organize sua rotina para ter momentos de lazer (ler um livro, escutar música, assistir um programa de TV que goste), trabalho (organizar a casa, refeições, roupas) e um tempo para se comunicar com amigos e familiares (use o telefone ou as redes sociais, não espere que lhe procurem ligue para conversar todos os dias com uma pessoa pelo menos e, fale de coisas amenas);

– Programe coisas que queira fazer para depois que a quarentena passar, quando puder voltar a sair de casa, liste-as em um bloco de anotações, passeios, viagens, visitas, tudo que quiser fazer e vá planejando;

– Exercite sua memória, tire um tempo para fazer algum jogo de memória, xadrez, caça-palavras, palavras cruzadas, baralho, algo que lhe ocupe e ao mesmo tempo que mantenha seu cérebro ativo, nosso cérebro precisa ser exercitado para se manter sadio;

– Assista noticiário para ver o que está acontecendo no mundo e ter notícias da pandemia em um horário determinado (uma vez ao dia no máximo), evitando que seja próximo ao seu horário de sono, de preferência durante o dia;

– A tarde se tem costume de deitar após o almoço (sestear), faça isso por um tempo de 20 a 40 min., esse sono ajuda a manter o equilíbrio do corpo, mas não pode ultrapassar o tempo para não prejudicar o sono da noite;

– Antes de dormir à noite (30min antes de deitar) tome um chá morno (camomila, cidreira e hortelã) e faça suas orações (meditação) algo que lhe traga paz interior, exercitando sua respiração por pelo menos 10 min.

-E não esqueça de sorrir, de se divertir e aproveitar a vida com o que gosta, viva cada dia e aproveite cada momento, as pequenas coisas são as melhores!

Se mesmo com essas dicas Você sentir falta de ter com quem conversar, se sentir sozinho, a UNISC através do Grupo pesquisa em Envelhecimento e Cidadania está oferecendo um serviço de “Tele cuidado a pessoa idosa” de segunda a sexta feira em horário comercial com profissionais e alunos da graduação para acolhe-lo neste momento. Ligue pra nós do 3717-7300 e peça a opção 3, estaremos a disposição para ajudá-lo.

Enviado por: Dra. Silvia Virginia Coutinho Areosa, Psicóloga. Dra. Em serviço Social. Coordenadora do mestrado profissional em Psicologia da UNISC, líder do grupo de pesquisa em Envelhecimento e Cidadania.
Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/5959857471310976

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

dezesseis − doze =