Flexibilização da contenção social um aprendizado diário de como fazer

Aos poucos, diversos países pelo mundo estão flexibilizando as medidas de contenção social, porém existe pouco consenso de como as coisas devem ser feitas, e quais as medidas corretas a serem tomadas pelos governantes. Alguns governos estão fornecendo suporte financeiro para aqueles trabalhadores que não podem realizar seu trabalho remotamente, no entanto pesquisadores alertam para que quando esse apoio financeiro terminar, os problemas de saúde induzidos pela pobreza poderão piorar. O Programa Mundial de Alimentos está alertando que 265 milhões de pessoas experimentarão fome aguda até o final de 2020 – o dobro do número de crises alimentares anteriores a Covid-19.
A cada dia a pressão para reabrir economias e sociedades está aumentando. A pandemia continua, pessoas continuam sendo infectadas e mortes pela Covid-19 ainda ocorrem, e até o momento não se tem total certeza sobre o tratamento a ser usado, isto remete que condutas sejam tomadas por estes países que por ventura decidirem flexibilizar a contenção social.
A Organização Mundial da Saúde (OMS) informa que os países precisam minimizar a transmissão em locais críticos, onde naturalmente ocorre aglomeração de pessoas, como por exemplo nas casas de repouso, escola e nos locais de trabalho; nestes locais deve-se haver meios para que o distanciamento físico possa ocorrer. A OMS também salienta, que os governos devem continuar a ajudar as pessoas mais vulneráveis.
Para saber lidar melhor com a situação que está sendo enfrentada nesta pandemia, o consenso e o compartilhamento de medidas que são eficazes são de suma importância, para que juntos os governos de todos os países possam tomar decisões acertadas de como conduzir sua população. As circunstâncias em cada país serão necessariamente diferentes, mas o mundo se beneficiará do aprendizado mútuo resultante de um esforço global.

Fonte: Nature, 2020. Editorial publicado dia 06 de maio de 2020.
Disponivel em: https://www.nature.com/articles/d41586-020-01311-x

Enviado por: Bruna Chitolina, graduanda em Farmácia e aluna de Iniciação Científica do Laboratório Biogenômica-UFSM, Bolsista de FAPERGs.
Currículo lattes: http://lattes.cnpq.br/8517428872464576

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

7 + dezessete =