Corrida: Os motivos que levam a sua desistência!

A corrida é um exercício físico praticado pela humanidade desde os seus primórdios. Embora seja uma atividade que faça parte de nossa história, assim como outras, vem perdendo espaço em nossa sociedade moderna. Um número cada vez maior de pessoas relata dificuldades em estabelecer o hábito de correr como parte de sua rotina diária, mesmo sendo um esporte extremamente acessível em decorrência de seu baixo custo com equipamentos, assim como alta disponibilidade de locais e horários para se praticar. Até mesmo programas e campanhas de incentivo a corrida ainda falham em fomentar o seu crescimento. Porém, estudos recentes apontam que essa dificuldade pode ser fruto de um mal já conhecido a muito tempo. As famosas lesões decorrentes do esporte.

Em torno de 48% das pessoas que param de correr após a participação em um projeto de corrida, relatam que sua desistência decorre de lesões adquiridas enquanto praticavam a modalidade. Vários fatores podem contribuir para essas lesões, como a facilidade em iniciar a sua prática, sendo comum o seu início sem que o praticante busque o conhecimento técnico necessário, levando a ocorrência do maior número de lesões naqueles com menor preparo físico prévio.

Esse dado permite com que novos corredores avaliem a necessidade de uma ajuda profissional antes de iniciarem a atividade, assim como durante os seus primeiros meses de execução. Caso essa situação ideal não seja a sua realidade cotidiana, o indicado é que busque orientações gratuitas, visando aprender aquecimentos e alongamentos que possam minimizar o risco de lesão.

Outro ponto importante para a manutenção da rotina é a motivação que conduz a pessoa a praticar o esporte de modo recreacional. Embora a promoção a saúde seja um fator forte o suficiente para parte da população, outras alternativas podem servir para aqueles que precisam de um incentivo a mais. Assim sendo, competições amistosas devem ser incentivadas, buscando participar de eventos que sirvam como uma meta a médio/longo prazo, facilitando assim o sentimento de progressão do corredor iniciante e intermediário.

Em suma, a corrida é um esporte associado a vários efeitos benéficos na saúde, que vão desde a melhoria da aptidão cardiorrespiratória até longevidade e melhoria da saúde mental. Benefícios como esses exigem um esforço a longo prazo, portanto, mantenha-se motivado e busque praticar o esporte seguindo orientações profissionais que evitem lesões, assim podendo colher os frutos dessa atividade milenar.

Fonte 1: Fokkema, T. e colaboradores. Reasons and predictors of discontinuation of running after a running program for novice runners. Artigo publicado na revista Journal of science and medicine in sport em Janeiro de 2019.
Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/29934211/

Fonte 2: Gauffin, H. e colaboradores. Maintaining motivation and health among recreational runners: Panel study of factors associated with self-rated performance outcomes at competitions. Artigo publicado na revista Journal of Science and Medicine in Sport em Dezembro de 2019.
Disponível em: https://pubmed.ncbi.nlm.nih.gov/31383548/

Enviado por: Joana Rosa Rodrigues, acadêmica do Curso de Medicina e aluna de iniciação científica do Laboratório Biogenômica-UFSM
Currículo Lattes: http://lattes.cnpq.br/1465826570691475

Compartilhar:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

onze − 7 =